'Basta de Bolsonaro' é o grito que deve dominar as ruas em 2020 de acordo com movimentos sociais

O clima político esquenta para 2020. O movimento Passe Livre já anunciou protestos para o dia 7 de janeiro em São Paulo, repetindo o estopim das jornadas de 2013. As frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo também irão às ruas em 2020 com o mote "Basta de Bolsonaro"

Milhares de manifestantes se concentraram no início da noite desta quarta-feira (29) em frente ao prédio da Petrobras na Avenida Paulista; ato, convocado pelas frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular reuniu um público heterogêneo em defesa de uma Petrobras de caráter público e da redução do preço nos combustíveis e gás de cozinha
Milhares de manifestantes se concentraram no início da noite desta quarta-feira (29) em frente ao prédio da Petrobras na Avenida Paulista; ato, convocado pelas frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular reuniu um público heterogêneo em defesa de uma Petrobras de caráter público e da redução do preço nos combustíveis e gás de cozinha (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O clima político esquenta para 2020. O movimento Passe Livre já anunciou protestos para o dia 7 de janeiro em São Paulo, repetindo o estopim das jornadas de 2013. As frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo também irão às ruas em 2020 com o mote "Basta de Bolsonaro".

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que "Movimentos sociais ligados à esquerda programam uma agenda de mobilizações contra o governo em 2020 mais forte do que a de 2019. No balanço de fim de ano, as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo definiram um calendário de atos com o mote “Basta de Bolsonaro”.

A matéria ainda acrescdenta que "o primeiro deles será em 31 de março, quando o golpe militar de 1964 completará 56 anos. A ideia é reforçar a defesa da democracia e o discurso de que a agenda econômica do governo prejudica os mais pobres."

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247