Belém vai contra entendimento nacional e inclui domésticas como essenciais

O prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB), anunciou hoje que a atividade de empregadas domésticas é considerada essencial durante a pandemia do novo coronavírus

(Foto: abr | reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB), anunciou hoje que a atividade de empregadas domésticas é considerada essencial durante a pandemia do novo coronavírus, o que permite que trabalhadores com esta tarefa continuem atuando. A informação é do portal UOL. 

Para defender a atuação de domésticas durante a restrição de circulação de pessoas, Zenaldo alega haver "pessoas que precisam, pela necessidade de trabalho essencial, ter alguém em casa".

"Uma médica ou médico, por exemplo, precisa de alguém que ajude em casa", argumentou.

Em âmbito nacional, no entanto, o emprego doméstico não é considerado atividade essencial. A função não está listada na lei federal criada no começo de fevereiro, ainda no início da pandemia (Lei nº 13.979); 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247