Bispos buscam apoio de parlamentares para se defender dos ataques de Bolsonaro

Atacada pelo governo de Jair Bolsonaro por causa do Sínodo da Amazônia, a Igreja Católica busca interlocução política com parlamentares e vai promover um ato em defesa da floresta no Congresso Nacional nesta quarta-feira.

247 - Atacada pelo governo de Jair Bolsonaro por causa do Sínodo da Amazônia, a Igreja Católica busca interlocução política com parlamentares e vai promover um ato em defesa da floresta no Congresso Nacional nesta quarta-feira (4). 

Um dos integrantes do sínodo, o bispo da prelazia do Marajó (PA), dom Evaristo Spengler, levará aos congressistas uma carta escrita pelos clérigos da Amazônia brasileira, informa O Estado de S.Paulo

Em documento escrito na semana passada, os clérigos denunciaram ser "criminalizados" e tratados como "inimigos da Pátria". Também cobram "medidas urgentes" do governo e se dizem angustiados com a degradação ambiental e horrorizados com a violência na região amazônica.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247