BNDES diz colaborar com a PF e nega irregularidades

Em nota, o banco negou qualquer irregularidade em contratos referentes a empréstimos concedidos à usina de açúcar e álcool São Fernando, que pertence ao pecuarista José Carlos Bumlai, detido nesta terça-feira em nova fase da Operação Lava Jato, mas disse estar colaborando com a Polícia Federal ao fornecer os documentos solicitados

Data: 11/08/2011 Editoria: Novo Portal Valor Reporter: Mariane Goldberg Local: Rio de Janeiro, RJ Pauta: Fotos para o Novo Portal Valor - Novo Site Setor: Finaceiro Personagem: Predio do BNDES na Avenida Chile, 100 Tags: Banco Nacional de Desenv
Data: 11/08/2011 Editoria: Novo Portal Valor Reporter: Mariane Goldberg Local: Rio de Janeiro, RJ Pauta: Fotos para o Novo Portal Valor - Novo Site Setor: Finaceiro Personagem: Predio do BNDES na Avenida Chile, 100 Tags: Banco Nacional de Desenv (Foto: Gisele Federicce)

247 - O BNDES está fornecendo à Polícia Federal documentos referentes a empréstimos do banco à usina de açúcar e álcool São Fernando, que pertence ao pecuarista José Carlos Bumlai, detido nesta manhã desta terça-feira em nova fase da Operação Lava Jato.

Policiais da força-tarefa da Lava Jato estiveram hoje na sede do BNDES no Rio de Janeiro, onde pediram à presidência os contratos que estão sob investigação. Em nota, o banco negou qualquer irregularidade, mas afirmou estar colaborando com as investigações.

Confira a nota:

Nota do BNDES

A Polícia Federal apresentou-se na manhã desta terça-feira, 24, na sede do BNDES. Os agentes solicitaram a entrega pelo Banco de documentos referentes a operações com as empresas do Grupo São Fernando. Os contatos ocorrem de maneira cordial e profissional, e o BNDES está fornecendo todos os originais, conforme solicitação, e mantendo cópias para seus registros.

O BNDES reafirma a lisura de todos os procedimentos associados aos empréstimos com o Grupo São Fernando. Não houve qualquer irregularidade nas operações, o BNDES possui garantias reais suficientes para fazer frente à dívida existente e todas as medidas judiciais pertinentes para a recuperação do crédito foram tomadas pela instituição. O Banco reafirma sua disposição de continuar colaborando com as autoridades e seu zelo para com a gestão dos recursos públicos sob sua responsabilidade.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247