Boff: ‘Moro peca contra a virtude principal de todo juiz: a imparcialidade’

O teólogo e escritor Leonardo Boff criticou duramente o juiz federal Sergio Moro, que condenou sem provas a 9 anos e 6 meses de prisão o ex-presidente Lula no caso do tripléx do Guarujá; "É condenado por ilações. Moro peca contra a virtude principal de todo juiz: a imparcialidade", disse; escritor reforçou não haver "escritura que mostra Lula ser dono do triplex de Guarujá. Nunca morou lá. Nunca dormiu lá"

Bras�lia - O escritor e professor universit�rio Leonardo Boff e a ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Ros�rio, participam da abertura do 2� Encontro Nacional dos Centros de Refer�ncia em Direitos Humanos
Bras�lia - O escritor e professor universit�rio Leonardo Boff e a ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Ros�rio, participam da abertura do 2� Encontro Nacional dos Centros de Refer�ncia em Direitos Humanos (Foto: Leonardo Lucena)

247 – O teólogo e escritor Leonardo Boff criticou duramente o juiz federal Sergio Moro, que condenou sem provas a 9 anos e 6 meses de prisão o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do tripléx do Guarujá.

"É condenado por ilações. Moro peca contra a virtude principal de todo juiz: a imparcialidade. Ele só persegue e quer acabar com ele. As ordens vêm de cima. Ele é pau mandado", disse Boff em sua conta no Twitter.

O escritor reforçou não haver "escritura que mostra Lula ser dono do triplex de Guarujá. Nunca morou lá. Nunca dormiu lá".

"Parece que a maioria esquece que vivemos numa democracia. Qualquer um pode se propor como candidato. Os juízes precisam primeiro condená-lo, se houver crime, para impedir que seja candidato. Mas as enquetes mostram que grande maioria o quer de volta. Isso não conta?".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247