Bolsonaro afirma que não irá se opor caso STF vete condenação em 2ª instância

Jair Bolsonaro afirma a interlocutores que se o STF adotar o entendimento de que uma pessoa só poder ser presa depois de esgotados todos os recursos, como manda a Constituição, só lhe resta aceitar o resultado

(Foto: ADRIANO MACHADO - REUTERS)

247 - A jornalista Mônica Bergamo informa em sua coluna na Folha de S.Paulo que Bolsonaro deixou claro a interlocutores que não vai se contrapor a eventual decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que vete a prisão depois de condenação em segunda instância. 

Segundo relatos, ele reconhece que está na Constituição que a presunção de inocência só acaba depois de exauridos todos os recursos na Justiça. Caso a corte suprema adote esse entendimento, ele aceitará o resultado. 

Sendo assim, Bolsonaro não se empenharia pela aprovação da proposta de emenda constitucional apresentada pelo PSL para ressuscitar a segunda instância no Congresso, como deseja o ministro da Justiça, Sergio Moro.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247