Bolsonaro assume viés autoritário e fala em acabar com todos os conselhos

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que pretende extinguir "a grande maioria dos conselhos" formados por representantes do governo e da sociedade civil; “Nós queremos enxugar os conselhos, extinguir a grande maioria deles para que o governo possa funcionar", disse

(Foto: (Foto: ADRIANO MACHADO - REUTERS))

247 - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (22) que pretende extinguir "a grande maioria dos conselhos" formados por representantes do governo e da sociedade civil.

“Nós queremos enxugar os conselhos, extinguir a grande maioria deles para que o governo possa funcionar. Não podemos ficar refém de conselhos, muitos deles [ocupados] por pessoas indicadas por outros governos", afirmou o presidente após participar de um evento com oficiais da Aeronáutica, em Brasília. Na ocasião, o chefe do Planalto foi questionado sobre o decreto, assinado por ele, que excluiu as vagas destinadas a especialistas e integrantes da sociedade civil — como médico, psicólogo e jurista — no Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas (Conad). 

De acordo com o presidente, a extinção da maioria dos conselhos e o enxugamento daqueles que permanecerem são medidas necessárias para que o governo "possa funcionar". "Como regra, a gente não pode ter conselho que não decide nada. Dada a quantidade de pessoas envolvidas a decisão é quase impossível de ser tomada", acrescentou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247