Bolsonaro ataca Temer sobre reajuste no STF: população vai pagar

Aumento de R$ 33 para R$ 39 mil promove efeito cascata que pode impactar em R$ 1,6 bilhão nas contas públicas em 2019; Bolsonaro disse que, apesar da responsabilidade ser de Temer, quem pagará pelo aumento será o 'povo brasileiro'

Bolsonaro ataca Temer sobre reajuste no STF: população vai pagar
Bolsonaro ataca Temer sobre reajuste no STF: população vai pagar (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) criticou a decisão do atual presidente Michel Temer de sancionar o reajuste salarial dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que pode causar impacto de R$ 1,6 bilhão nas contas públicas em 2019. 

"Pergunta para o Temer, pergunta para o Temer. O Temer que decidiu sancionar, tá ok? Quem vai pagar é toda a população brasileira é quem vai pagar. É todo mundo! A minha responsabilidade nessa área começa a partir de 1º de janeiro do ano que vem", disse o eleito, ao ser perguntado sobre a decisão.

Temer sancionou o reajuste nesta segunda, elevando o salário de de R$ 33 mil para R$ 39 mil. Ele serve de teto para o funcionalismo. O aumento dos vencimentos dos magistrados do Supremo gera um "efeito cascata" nas carreiras do funcionalismo, já que dispara um aumento automático para a magistratura e para integrantes do Ministério Público.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247