"Bolsonaro criou o calote ideológico", diz Mello Franco

"Jair Bolsonaro inaugurou o calote com desculpa ideológica”, diz o jornalista Bernardo Mello Franco sobre a dívida do Brasil junto à ONU, que é de cerca de R$ 1,7 bilhão e sobre a qual Jair Bolsonaro já indicou que não tem interesse em quitar

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - “Jair Bolsonaro inaugurou o calote com desculpa ideológica”, diz o jornalista Bernardo Mello Franco sobre a dívida de cerca de R$ 1,7 bilhão do Brasil junto à Organização das Nações Unidas (ONU.” Se não quitar parte do débito até o fim do mês, poderá perder o direito a voto”, destaca.

“O Ministério da Economia alertou o Planalto para o risco do vexame diplomático. Ontem o presidente indicou que não pretende coçar o bolso. “Não estou preocupado com isso”, disse. “Muitas decisões da ONU não interessam para a gente. A gente sabe que está politizado esse negócio. Está aparelhado”, pontua Mello Franco sobre o posicionamento de Jair Bolsonaro sobre o assunto.

“O capitão já deixou claro que não entende a importância da diplomacia. Ontem ele quebrou uma tradição de três décadas ao boicotar a posse do novo presidente da Argentina, Alberto Fernández. Desde a redemocratização, nenhum chefe de Estado brasileiro havia deixado de ir a Buenos Aires para esse tipo de cerimônia”, comenta.

“O Brasil não tem nada a ganhar com o isolacionismo. Ao hostilizar a ONU, Bolsonaro tentou imitar Donald Trump, que se lixa para a cooperação internacional. O problema é que o americano também despreza quem o bajula. Foi o que ele demonstrou na semana passada, ao ameaçar impor novas tarifas sobre as nossas exportações de aço e alumínio”, finaliza.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247