Bolsonaro defende reforma trabalhista: é horrível ser patrão no Brasil

Defesa foi feita por Jair Bolsonaro durante uma reunião com membros da bancada do MDB no Congresso; para ele, "é horrível ser patrão no Brasil com essa legislação que está aí"; declaração foi feita um dia após o futuro ministro da Casa Civil, deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), anunciar o fim do Ministério do Trabalho e o desmembramento de suas atribuições para as pastas de Economia, Justiça e Cidadania

Bolsonaro defende reforma trabalhista: é horrível ser patrão no Brasil
Bolsonaro defende reforma trabalhista: é horrível ser patrão no Brasil (Foto: REUTERS/Diego Vara)

247 - O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) defendeu nesta terça-feira (4) o aprofundamento da reforma trabalhista em uma reunião com membros da bancada do MDB no Congresso. Para Bolsonaro, "é horrível ser patrão no Brasil com essa legislação que está aí". Declaração foi feita um dia após o futuro ministro da Casa Civil, deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), anunciar o fim do Ministério do Trabalho e o desmembramento de suas atribuições para as pastas de Economia, Justiça e Cidadania.

"Quero cumprimentar quem votou na reforma trabalhista. Devemos aprofundar isso daí. Ninguém mais quer ser patrão no Brasil, é horrível ser patrão no Brasil com essa legislação que está aí. Nós queremos, através do parlamento, mudando as leis, fazer com que nós tenhamos prazer de ver pessoas investindo no Brasil e pessoas dentro do Brasil acreditando no seu potencial", afirmou Bolsonaro durante o encontro com os parlamentares.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247