"Bolsonaro desautoriza a única atitude sensata do ignorante que nomeou para ministro da saúde”, diz Haddad no Twitter

Ex-prefeito Fernando Haddad usou as redes sociais para condenar a decisão de Jair Bolsonaro que cancelou a aquisição da vacina CoronaVac, produzida pela chinesa Sinovac, menos de 24 horas após o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, confirmar a compra de 46 milhões de doses do imunizante

Fernando Haddad, Bolsonaro e Pazuello
Fernando Haddad, Bolsonaro e Pazuello (Foto: PT no Senado | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo e candidato do PT à presidência nas eleições de 2018,usou as redes sociais para criticar a decisão de Jair Bolsonaro que suspendeu a compra da vacina CoronaVac, produzida pela chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. “Bolsonaro desautoriza a única atitude sensata do ignorante que nomeou para ministro da saúde”, escreveu Haddad no Twitter. Nesta terça-feira, o Ministério da Saúde, chefiado pelo general Eduardo Pazuello, havia anunciado a compra de 46 milhões de doses do imunizante chinês.   

A gestão do militar na condução do enfrentamento à pandemia vem sendo alvo de duras críticas em função da ineficiência das ações adotadas pela pasta para conter o avanço do novo coronavírus.

O Brasil tem atualmente 44.906 mortes ocasionadas pela Covid-19 e 5.276.942 registrados da doença. Nesta quarta-feira,  Pazuello testou positivo para a Covid-19.

Leia a postagem de Fernando Haddad sobre o assunto. 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247