Bolsonaro desmente governador de Roraima e diz que 'ajuda humanitária' está mantida

"Comunico que o envio de ajuda humanitária aos venezuelanos está mantido. O Brasil inteiro mobilizou-se de forma ágil e até o fim do dia, cerca de 200 toneladas de alimentos e medicamentos chegam em Boa Vista-Roraima. Boa noite a todos!", afirmou o presidente Jair Bolsonaro, por meio de sua página nas redes sociais

Bolsonaro desmente governador de Roraima e diz que 'ajuda humanitária' está mantida
Bolsonaro desmente governador de Roraima e diz que 'ajuda humanitária' está mantida (Foto: Reprodução)

247 - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) usou a sua página no Twitter para desmentir o governador de Roraima, Antonio Denarium, também do PSL, que havia informado que a "ajudada humanitária" do Brasil a Venezuela estava suspensa.

"Comunico que o envio de ajuda humanitária aos venezuelanos está mantido. O Brasil inteiro mobilizou-se de forma ágil e até o fim do dia, cerca de 200 toneladas de alimentos e medicamentos chegam em Boa Vista-Roraima. Boa noite a todos!", escreveu Bolsonaro.

disse que os itens de primeira necessidade só serão levados quando houver caminhões venezuelanos em número suficiente para realizar o transporte. Em entrevista à Globo News, ele disse que a suspensão da "ajuda humanitária" coordenada pelos EUA, prevista para este sábado 23, decorre da decisão do presidente Nicolás Maduro de fechar a fronteira entre os dois países.

Denarium disse que havia apenas um caminhão em Boa Vista, capital de Roraima, e que na avaliação do governo, não valeria a pena enviar os alimentos e remédios de forma isolada, em apenas um veículo. De acordo com o governador Denarium, os itens ficarão estocados enquanto não houver caminhões suficientes.

 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247