Bolsonaro diz a Moro que deixa Valeixo ficar no comando da PF "por mais um tempo"

Segundo o site O Antagonista, porta-voz de Sergio Moro, Maurício Valeixo "ganhou uma segunda chance” no comando da Polícia Federal. A ingerência de Jair Bolsonaro no comando da PF teria agravado a crise na relação com Moro, que ameaçou deixar o governo, segundo bastidores

Da esquerda para direita: Sergio Moro, Maurício Valeixo, Anderson Torres e Jair Bolsonaro
Da esquerda para direita: Sergio Moro, Maurício Valeixo, Anderson Torres e Jair Bolsonaro (Foto: Reuters | Reprodução | PR)

247 - Porta-voz do ministro e ex-juiz Sergio Moro, o site O Antagonista afirma que Maurício Valeixo "ganhou uma segunda chance” no comando da Polícia Federal.

Na semana passada, o site informava que a queda do diretor-geral da PF indicado por Moro e sua substituição pelo delegado bolsonarista Anderson Torres era uma questão de horas. A intervenção de Bolsonaro teria aumentado a crise na relação com Moro que teria ameaçado de pedir demissão, caso o diretor da PF não fosse de sua confiança.

De acordo com o jornal Valor, Moro esteve mais cedo com o Jair Bolsonaro, com quem conversou sobre a permanência de Valeixo. O jornalista Fabio Murakawa informa que Bolsonaro resolveu manter o diretor-geral “por mais um tempo”, o que no caso de Bolsoanro não quer dizer muita coisa.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247