Bolsonaro diz que Angra dos Reis está virando “território de milícias, de bandidagem”

Jair Bolsonaro fez uma declaração que passou despercebida em seu discurso na última terça-feira (10), chamando a baía de Angra de um “território de milícias”

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nobrega - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Uma declaração passou despercebida no discurso de Bolsonaro na última terça-feira (13). Em meio às declarações sobre o Brasil ser um “país de maricas” e a pandemia da Covid-19 ser “superdimensionada”, o presidente também disse que a baía de Angra hoje em dia é um "território de milícias, de bandidagem”. 

Conforme reportado no blog de Lauro Jardim, no Globo, Bolsonaro disse: “O que está virando a baía de Angra? Território de milícias, de bandidagem... O marginal de fuzil já foi para região de Angra”.

Bolsonaro e seus filhos têm um histórico de proximidade com diversos milicianos cariocas. Um exemplo dessa relação é a ligação estreita entre o ex-capitão do Bope Adriano Magalhães da Nóbrega, apontado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) como chefe do Escritório do Crime. 

Em 2005, Jair Bolsonaro chegou a defender um outro articulador do Escritório do Crime, Adriano da Magalhães Nóbrega. Seus filhos têm um histórico mais forte na defesa das milícias.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247