Bolsonaro diz que indígenas 'trocam madeira por coca-cola e cerveja'

Em mais uma tentativa de desqualificar o debate sobre a exploração ilegal de madeira em terras indígenas, Jair Bolsonaro afirmou que há índios que trocam a madeira por preços muito baixos e até por coca-cola e cerveja

Jair Bolsonaro e índios Wajapi, do Amapá.
Jair Bolsonaro e índios Wajapi, do Amapá. (Foto: Jair Bolsonaro e índios Wajapi)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (19),  que existem indígenas que “trocam madeira por coca-cola e cerveja” ao comentar o aumento da desflorestação na Amazónia. Ele considera que as críticas internacionais sobre a desflorestação da Amazónia são “potencializadas”. 

“As críticas [internacionais sobre a desflorestação na Amazónia] são potencializadas. Existe desflorestação ilegal? Existe! Acho que existe até, em alguns locais, índio que troca uma ‘tora’ por uma coca-cola ou cerveja”, afirmou Bolsonaro na quinta-feira, durante a habitual transmissão de vídeo no Facebook, que foi dedicada aos problemas ambientais do país, informa o jornal português Público.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email