Bolsonaro diz que problema da pandemia que se reservou a ele foi o emprego

Bolsonaro também afirmou que fará um evento nesta sexta-feira (5) para discutir a tributação sobre combustíveis. Ele defende que haja maior previsibilidade nos reajustes, como nos governos Lula e Dilma

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Marcos Nóbrega - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (4), durante a inauguração de um centro esportivo em Cascavel (PR), que a questão relativa ao emprego foi o que se reservou ao governo federal no combate à pandemia.

Segundo ele, as ações relacionadas à questão do vírus só passou a ser uma atribuição dele quando foi para enviar recursos para estados e municípios.

“Desde o começo, eu falava que tínhamos dois problemas. O vírus e o desemprego. Reservou-se para mim a questão do emprego. O outro lado não foi”, disse Bolsonaro.

Bolsonaro também afirmou que fará um evento nesta sexta-feira (5) para discutir a tributação sobre combustíveis. Ele defende que haja maior previsibilidade nos reajustes, como ocorria nos governos Lula e Dilma Rousseff. 

“Vocês sabem que zeramos o imposto chamado Cide. Temos outro imposto que tem a ver com o PIS/Cofins. O nosso é previsível, é R$ 0,33. Já o ICMS, cada estado tem um valor, e ele varia de hoje para amanhã”, afirmou Bolsonaro. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email