Bolsonaro diz que quer usar 'pelotão de drones' na linha de frente de operações policiais

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou que em breve fechará um projeto de lei para o uso de drones para "marginais que não têm recuperação"; "Quero botar no projeto também que, para o cumprimento da missão, todas as possibilidades para cumprir a missão podem ser empregadas, até mesmo um pelotão de drones. Não quero que o nosso policial, numa operação, esteja na frente na linha de tiros com marginais que não têm recuperação"

(Foto: Adriano Machado - Reuters)

247 - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou, nesta sexta-feira (21), que em breve fechará um projeto de lei para contemplar uma de suas promessas de campanha, a imunidade para policiais e militares que matarem pessoas em serviço, o chamado excludente de ilicitude. 

O chefe do Planalto também quer que a nova legislação permita o uso de drones para "marginais que não têm recuperação". 

"Quero botar no projeto também que, para o cumprimento da missão, todas as possibilidades para cumprir a missão podem ser empregadas, até mesmo um pelotão de drones. Não quero que o nosso policial, numa operação, esteja na frente na linha de tiros com marginais que não têm recuperação. Se tivermos ali um pelotão de drones para dar conta do recado, tudo bem. Mas dependo do Parlamento brasileiro", disse Bolsonaro.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247