Bolsonaro diz que sua proposta para policiais na reforma não foi aceita pela categoria

Jair Bolsonaro cofessou que sugeriu mudanças para a aposentadoria de policiais, mas disse que a proposta não foi acatada. “Eu fiz uma excelente proposta, não aceitaram. Agora vai para o voto”; Bolsonaro completou afirmando que “o problema é que ninguém quer perder nada” e voltou a afirmar que “todos têm que dar sua contribuição”

(Foto: Marcos Corrêa/PR)

247 - Jair Bolsonaro cofessou que sugeriu mudanças para a aposentadoria de policiais, mas disse que a proposta não foi acatada. “Eu fiz uma excelente proposta, não aceitaram. Agora vai para o voto”;  Bolsonaro completou afirmando que “o problema é que ninguém quer perder nada” e voltou a afirmar que “todos têm que dar sua contribuição”.

A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo destaca que "o presidente fez o comentário durante coquetel da Embaixada dos Estados Unidos, em Brasília, para celebrar o aniversário de 243 anos de independência americana. Depois, confrontando com a informação de que o acordo que contemplava os policiais foi derrubado, ele respondeu que 'na Previdência todo mundo vai ter que contribuir'."

A matéria ainda acrescenta que "mais cedo, líderes anunciaram que tinham fechado um acordo. A proposta permitia que a categoria conseguisse se aposentar com idade mínima de 53 anos (homem) e 52 anos (mulher). Na transição, eles também teriam o direito ao último salário da carreira (integralidade) e reajustes iguais aos da ativa (paridade) desde que cumprissem um pedágio de 100% sobre o tempo que faltasse para trabalhar. Ou seja, se faltarem dois anos, o agente teria que trabalhar mais quatro anos."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247