Bolsonaro diz que vai responder a questionamentos da OAB sobre declarações de desaparecido político

Jair Bolsonaro, que nesta semana atacou o presidente da OA), Felipe Santa Cruz, ao afirmar que sabe como o pai dele, Fernando Santa Cruz, foi morto durante a ditadura, disse que irá responder a ação impetrada no STF que pede que ele esclareça as declarações que fez sobre o assunto. “Mesmo eu não sendo obrigado, eu presto [as explicações]. Não falei nada demais. Vou entregar o vídeo, vou fazer a degravação e mandar", afirmou

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Marcos Corrêa/PR)

247 - Jair Bolsonaro, que nesta semana atacou o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, ao afirmar que sabe como o pai dele, Fernando Santa Cruz, foi morto durante a ditadura, disse que irá responder a ação impetrada no Supremo Tribunal Federal (STF) que pede que esclareça as declarações que fez sobre o assunto. “Mesmo eu não sendo obrigado, eu presto [as explicações]. Não falei nada demais. Vou entregar o vídeo, vou fazer a degravação e mandar”, disse Bolsonaro. 

“Eu não tenho essa obrigação (de responder ao STF). Agora, é só transcrever o que eu falei para vocês. O que eu falei de mais para vocês? Me responda. O que eu tive conhecimento na época. Eu ofendi o pai dele? Não ofendi o pai dele. O que eu tive conhecimento na época, o assunto foi esse “, emendou ao ser questionado por repórteres sobre o assunto. 

Na segunda feira, Bolsonaro contradisse documentos oficiais que atestam que Fernando Santa Cruz foi assassinado por agentes da ditadura e disse que o pai do presidente da OAB foi morto por militantes de esquerda, em 1974. 

N ação, apresentada pela OAB nesta quinta-feira (1), o relator do caso no STF, ministro Luís Roberto Barroso, deu um prazo de 15 dias para que Bolsonaro, caso queira, responda aos questionamentos sobre o assunto. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247