Bolsonaro e Moro se merecem, diz ex-ministro da Justiça

“Sérgio Moro aceitou ser ministro do Bolsonaro porque eles se valem em termos de caráter; eles se merecem”, afirmou o jurista José Carlos Dias, ex-ministro da Justiça no governo FHC. Dias ressalta que Moro fez acusações sérias a Bolsonaro, que caracterizam crime de responsabilidade, falsidade ideológica

José Carlos Dias
José Carlos Dias (Foto: Comissão Arns)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jurista e ex-ministro da Justiça José Carlos Dias afirmou que Jair Bolsonaro não tem a menor condição de permanecer no cargo, após o pronunciamento confuso em que ele rebateu as acusações do ex-ministro da Justiça Sérgio Moro. 

“É uma situação terrível. Foi um pronunciamento macabro, absolutamente desconjuntado, dizendo coisas que não têm nenhuma relação com Sérgio Moro. Falou da sogra, de cheque de 40 mil. Estava absolutamente desnorteado”, afirmou Dias em entrevista ao site Tutaméia. “O Brasil está na UTI, temos um número enorme de mortes, estamos sendo judiados com esse sofrimento. E temos esse problema do vírus que está no Planalto que se chama Jair Bolsonaro”.

Por outro lado, diz o jurista, Sérgio Moro não merece a mínima confiança. "Moro é uma pessoa que absolutamente não merece o nosso respeito. Não foi um juiz isento e imparcial; não exerceu sua profissão como juízes devem fazer”, afirmou.

“Ele aceitou ser ministro do Bolsonaro porque eles se valem em termos de caráter; eles se merecem”, declara. Dias ressalta que Moro fez acusações sérias a Bolsonaro, que caracterizam crime de responsabilidade, falsidade ideológica.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247