Bolsonaro encolhe programa de atletas das Forças Armadas

O Programa Atletas de Alto-Rendimento sofreu um corte nos investimentos levando a demissão de 97 atletas e o fechamento de 50 vagas

(Foto: Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo do Jair Bolsonaro encolheu o Programa Atletas de Alto-Rendimento (PAAR), em que as Forças Armadas contratam atletas de alto nível e 97 profissionais não tiveram seus contratos renovados. Para o lugar deles, apenas 47 deverão ser contratados, o que representa o fechamento de 50 vagas.

De acordo com o blog Olhar Olímpico, de Demétrio Vecchioli, a Aeronáutica será a que mais sentirá o freio nos investimentos esportivos com o maior número de cortes: ao menos 17 atletas deixarão de ter vínculo, entre profissionais de modalidades como o basquete e o atletismo.

Na Marinha serão 11 atletas deixarão de ser militares e apenas sete concluirão o retorno. No Exército, 39 profissionais deixarão o programa, que contará com a abertura de 40 vagas.

A reportagem destaca ainda que o programa sofrerá uma drástica redução orçamentária para o ano que vem: estão previstos apenas R$ 600 mil, contra os vultosos R$ 3,1 milhões médios dos quatro anos anteriores.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247