Bolsonaro espalha mais uma fake news em live: a de que nunca houve ditadura no Brasil

“A imprensa falou ‘não houve questão sobre ditadura’. Bem, parabéns, imprensa, nunca teve ditadura no Brasil. Que ditadura foi essa?", questionou Jair Bolsonaro em sua live das quintas-feiras, que tem se notabilizado pela propagação de informações falsas

O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, durante declaração conjunta em Jerusalém.
O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, durante declaração conjunta em Jerusalém. (Foto: Alan Santos/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da revista Fórum – Durante sua live semanal desta quinta-feira (14), o presidente Jair Bolsonaro negou que tenha existido ditadura militar no Brasil ao comentar sobre as provas do ENEM de 2019. O exame foi criticado por excluir a temática do golpe de 1964 pela primeira vez desde a criação da prova. Além disso, Bolsonaro afirmou que chamá-lo de homofóbico, racista ou misógino é fake news.

“A imprensa falou ‘não houve questão sobre ditadura’. Bem, parabéns, imprensa, nunca teve ditadura no Brasil. Que ditadura foi essa? Sem querer polemizar, onde você tinha direito de ir e vir, você tinha liberdade de expressão, você votava… Não vou entrar em detalhe, não vou polemizar. Querem chamar de ditadura, pode continuar chamando, sem problema nenhum”, afirmou.

A ausência do tema foi bastante criticada e muitos professores entenderam como uma forma de censura promovida pelo governo Bolsonaro contra o INEP, responsável pelo exame.  Uma comissão foi criada no instituto para analisar os conteúdos que sairiam na prova, já que Bolsonaro determinou que não fossem abordados temas “ofensivos” e “inadequados”, como questões raciais, de gênero, sobre diversidade, entre outras.

Leia a íntegra na Fórum 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email