Bolsonaro esvazia totalmente a Casa Civil e quer tirar mais poderes de Onyx Lorenzoni

Em conversas com interlocutores na noite desta quinta-feira, Jair Bolsonaro deixou claro que pretende diminuir ainda mais os poderes de Onyx Lorenzoni (DEM), reduzindo sua influência em outras áreas do governo onde exercem cargos de mando pessoas indicadas por ele

Jair Bolsonaro e Onyx Lorenzoni
Jair Bolsonaro e Onyx Lorenzoni (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Depois de ter demitido duas vezes o secretário-executivo da Casa Civil, Vicente Santini, passando por cima do ministro-chefe Onyx Lorenzoni, que estava de férias nos Estados Unidos, e de retirar de sua alçada o programa de privatizações, Bolsonaro cogita agora demitir da presidência da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), o ex-deputado Ronaldo Nogueira, informa a Crusoé. 

Filiado ao PTB, Nogueira foi indicado por Onyx Lorenzoni com apoio de um grupo de evangélicos.

O ministro-chefe da Casa Civil, de regresso das férias, terá encontro nesta sexta-feira (31) com o titular do Palácio do Planalto. 

Aliados de Lorenzoni consideram que ele deveria demitir-se do cargo. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247