Bolsonaro exonera Onyx e Tereza Cristina para votarem na eleição da Câmara

Ministros são deputados federais pelo DEM; medida faz parte de estratégia para garantir vitória do candidato do Planalto, Arthur Lira (PP-AL)

Onyx Lorenzoni
Onyx Lorenzoni (Foto: Valter Campanato - Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Em mais uma medida para tentar influir na eleição para a presidência da Câmara, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) exonerou os ministros Onyx Lorenzoni (Cidadania) e Tereza Cristina (Agricultura) nesta sexta-feira (29). Os dois são deputados federais, eleitos pelo DEM.

Oficialmente, o DEM apoia Baleia Rossi (MDB-SP), candidato do atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

No entanto, parte do partido deve votar em Arthur Lira (PP-AL), candidato apoiado pelo Planalto na disputa. As exonerações seguem nesse sentido: de que os dois ministros exonerados também votem em Lira.

As duas exonerações foram publicadas no Diário Oficial. A votação, que acontece nesta segunda-feira (1º), será secreta.

Confira a reportagem completa na Revista Fórum

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email