Bolsonaro manda governadores se virarem sozinhos para incluir estados na reforma

Em seu característico estilo desastrado, Bolsonaro comprou mais uma briga com aliados. Disse que não vai pegar em armas para reincluir estados e municípios nas regras que serão impostas pela reforma da Previdência e que não vê motivos para brigar pelos governadores. Bolsonaro mandou os governadores favoráveis à reforma da previdência em seus estados se virarem sozinhos.

(Foto: Marcos Corrêa - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ao chegar à conclusão de que se insistir em incluir estados e municípios na reforma da previdência não conseguirá aprová-la, Bolsonaro desistiu da empreitada. 

Em seu característico estilo desastrado, comprou mais uma briga com aliados. Disse que não vai pegar em armas para reincluir estados e municípios nas regras que serão impostas pela reforma da Previdência e que não vê  motivos para brigar pelos governadores.  

A informação é da coluna Painel da Folha de S.Paulo. Bolsonaro mandou os governadores favoráveis à reforma da previdência em seus estados se virarem sozinhos.   

O recado foi dado em reunião com deputados do Podemos. Assim, Bolsonaro compra mais uma briga com o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ), que está empenhado em mobilizar os governadores na votação da reforma, e com governadores aliados, como João Doria (PSDB), de São Paulo, que defende novas regras para as  para aposentadorias com validade para todas as esferas de poder, nacional e local. .

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247