Bolsonaro pede relatórios de produtividade para se defender da acusação de Moro sobre interferência na PF

Delegados da PF creem que Jair Bolsonaro, em guerra com o ex-ministro da Justiça Sergio Moro, vai atacar a gestão do Rio para afastar acusação de que troca de comando teve relação com interesses particulares

Sergio Moo e Jair Bolsonaro
Sergio Moo e Jair Bolsonaro (Foto: Marcos Correa - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro enviou nesta segunda-feira (11) um ofício solicitando relatórios de produtividade da Polícia Federal em cada estado. O pedido foi para tentar desqualificar a acusação de Sergio Moro de que ele interferiu na PF por motivos particulares. O depoimento de Alexandre Ramagem, visto como peça de defesa de Bolsonaro, já tinha dado sinais de que a linha seria essa.

Bolsonaro vai querer demonstrar que a troca de superintendente na PF do Rio ocorreu por uma suposta preocupação de Bolsonaro com alegada falta de produtividade no Rio e não por seu interesse pessoal de controlar a corporação e proteger sua família e a si próprio. 

A avaliação de delegados é que Bolsonaro vai usar o dado para atacar Moro e a gestão fluminense, na tentativa de afastar a acusação de que tem motivos particulares para a troca, informa o Painel da Folha de S.Paulo. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247