Bolsonaro 'perdeu a chance de ficar calado', dizem policiais federais sobre cobrança

Em mensagens no Whatsapp, alguns policiais chegaram a dizer que o presidente "perdeu a chance de ficar calado" tendo em vista que "a reclamação era indevida, dada a competência dos responsáveis pelas investigações"

Bolsonaro 'perdeu a chance de ficar calado', dizem policiais federais sobre cobrança
Bolsonaro 'perdeu a chance de ficar calado', dizem policiais federais sobre cobrança
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vídeo que o presidente Jair Bolsonaro postou nas redes sociais neste domingo (10), em que cobra a Polícia Federal para determinar o culpado sobre o atentado sofrido por ele em setembro passado repercutiu mal entre membros da corporação.

Em mensagens no Whatsapp, alguns policiais chegaram a dizer que o presidente "perdeu a chance de ficar calado" tendo em vista que "a reclamação era indevida, dada a competência dos responsáveis pelas investigações". A informação é do jornal Correio Braziliense.

No vídeo, Bolsonaro ainda fez ilações tentando associar o autor da facada, Adélio Bispo, ao PSOL. As investigações da Polícia Federal não apontaram qualquer indício de ligações partidárias ou participação de outras pessoas além de Adélio. Um segundo inquérito está em andamento.

Apesar da pressa em apontar culpados em seu caso, Bolsonaro não demonstra a mesma disposição e cobrança no caso da vereadora Marielle Francos (PSOL-RJ), que foi assassinada a tiros e até agora não se concluiu as investigações e sequer os suspeitos ou motivações foram apresentadas.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247