Bolsonaro pode colocar tropas do Brasil em risco no Líbano

"Jair Bolsonaro afirmou que pode seguir a Argentina e o Paraguai e designar o Hezbollah como terrorista", destaca o jornalista Guga Chacra em sua coluna no jornal O Globo. "Antes de designar o Hezbollah como terrorista, Bolsonaro deveria ver qual o impacto para as forças brasileiras da Unifil (forças de paz da ONU para o Sul do Líbano)", afirma

247 - "Jair Bolsonaro afirmou que pode seguir a Argentina e o Paraguai e designar o Hezbollah como terrorista", destaca o jornalista Guga Chacra em sua coluna no jornal O Globo.

"Gostaria apenas de lembrar que, antes de designar o Hezbollah como terrorista, Bolsonaro deveria ver qual o impacto para as forças brasileiras da Unifil (forças de paz da ONU para o Sul do Líbano). Não há paraguaios e argentinos atuando militarmente na área. Mas há brasileiros. Nesta região libanesa, existe presença aberta do Hezbollah, que inclusive administra muitas cidades", afirma o colunista.



Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247