Bolsonaro quer abrir garimpos e biodiversidade para "parcerias" com empresas estrangeiras

Presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira em Manaus que seu governo está pronto a conversar com países que estejam dispostos a explorar o garimpo e a biodiversidade do país ; “Tenho mostrado, falado para o mundo, que qualquer país que por ventura queira, em parceria, explorar a nossa biodiversidade, estamos prontos para conversar com esses países. Tenho dito a mesma coisa em relação à exploração mineral”, disse

Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto.
Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto. (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

Reuters - O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira em Manaus que seu governo está pronto a conversar com países que estejam dispostos a explorar a biodiversidade do país em parceria com o Brasil e afirmou também que pretende enviar ao Congresso um projeto para legalizar o garimpo no país.

“Tenho mostrado, falado para o mundo, que qualquer país que por ventura queira, em parceria, explorar a nossa biodiversidade, estamos prontos para conversar com esses países. Tenho dito a mesma coisa em relação à exploração mineral”, afirmou Bolsonaro em discurso de abertura da reunião da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

“Orientei também o nosso ministro, almirante Bento (Albuquerque, de Minas e Energia) de modo que promova uma legislação —passando pelo Parlamento, obviamente— onde nós queremos legalizar, sim, o garimpo no Brasil”, acrescentou.

Bolsonaro também voltou a criticar o que chamou de “indústria de demarcação de terras indígenas”, ao mesmo tempo que disse que esta mentalidade está mudando.

“Nós queremos integrar o índio à sociedade e queremos fazer o casamento do meio ambiente com o progresso”, garantiu o presidente.

Por Eduardo Simões, em São Paulo

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247