Bolsonaro quer manobra jurídica para limitar atuação da Huawei no 5G no Brasil

O governo Jair Bolsonaro está procurando alternativas jurídicas para limitar a participação da fabricante chinesa de equipamentos de telecomunicações Huawei na implementação das redes de 5G no país

Jair Bolsonaro, Donald Trump, Xi Jinping e Huawei
Jair Bolsonaro, Donald Trump, Xi Jinping e Huawei (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Seguindo a vontade de Donald Trump, em fim de mandato nos Estados Unidos, Jair Bolsonaro está fazendo manobras no sentido de buscar uma saída jurídica para limitar a participação da empresa chinesa Huawei na implementação das redes de 5G no País. 

A ideia é estabelecer uma barreira com base em requisitos técnicos ou de segurança, sem citar o nome da Huawei, mas que, na prática, impeçam a empresa de participar do mercado 5G, de acordo com fontes ligadas ao assunto, que falaram na condição de anonimato, informa O Estado de S.Paulo.

O governo precisará fazer um "contorcionismo jurídico" para achar uma justificativa para limitar o livre mercado. Não há no Brasil dispositivos legais que apoiem um veto antecipado a qualquer empresa.

O que está em estudo, segundo as fontes, é a regulamentação da Instrução Normativa 4, publicada em março deste ano pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e que dá as diretrizes de segurança cibernética para a construção das redes.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247