Bolsonaro quer testar fidelidade de Moro com demissão na PF

"Incomodado com a postura do ministro Sérgio Moro, o presidente Jair Bolsonaro quer testar a fidelidade do ex-juiz da Lava Jato", escreve Bela Megale em sua coluna no jornal O Globo. "Para isso, insiste na demissão diretor-geral da Polícia Federal, com quem Moro trabalhou por anos na operação Lava-Jato"

(Foto: José Cruz - ABR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - "Incomodado com a postura do ministro Sérgio Moro, o presidente Jair Bolsonaro quer testar a fidelidade do ex-juiz da Lava Jato", escreve Bela Megale em sua coluna no jornal O Globo. "Para isso, insiste na demissão diretor-geral da Polícia Federal, com quem Moro trabalhou por anos na operação Lava-Jato".

De acordo com a jornalista, "na semana passada, em meio a crise, o presidente disse a aliados que demitiria o chefe da pasta da Justiça. Acabou demovido da ideia por um de seus ministros". 

"A informação chegou aos ouvidos de Moro, que foi aconselhado por integrantes da cúpula do Planalto a baixar a fervura e não fazer movimentos para sair do governo. Ouviu que seria melhor ficar como ministro e ter um legado para mostrar em 2022 do que ficar no limbo até as próximas eleições", complementa.


Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247