Bolsonaro questiona livro sobre demissão de Moro e diz que a imprensa é “uma vergonha”

Jair Bolsonaro usou suas redes sociais para promover mais um ataque à imprensa. Desta vez ele rebateu a jornalista Thaís Oyama, autora do livro Tormenta, onde ela revela que o ocupante do Planalto quase demitiu seu ministro, Sergio Moro. "Essa imprensa é uma vergonha", disse ele

Bolsonaro deu abraço de urso em Moro ?
Bolsonaro deu abraço de urso em Moro ? (Foto: Marcos Corrêa/PR)

247 - Jair Bolsonaro usou suas redes sociais para promover mais um ataque  à impresa. Desta vez ele rebateu a jornalista Thaís Oyama, autora do livro Tormenta, onde ela revela que Bolsonaro quase demitiu seu ministro, Sergio Moro. "Essa imprensa é uma vergonha", disse ele. 

Segundo o livro,  Jair Bolsonaro (sem partido) desistiu da ideia de demitir o ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) em agosto do ano passado, após ser aconselhado pelo ministro-chefe do Gabinete da Segurança Institucional (GSI) da Presidência, general Augusto Heleno.

Em coletiva em frente ao Palácio da Alvorada nesta manhã, com eleitores e jornalistas, Bolsonaro chamou o livro de "fake news" e "mentiroso". Quando recebeu uma pergunta sobre a publicação, ficou irritado e pediu outra questão. Diante da insistência de um dos repórteres, encerrou a entrevista.

Veja sua postagem:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247