Bolsonaro sanciona lei que extingue prisão disciplinar para PMs e bombeiros

A nova legislação, aprovada pelo Senado no início do mês, extingue a prisão disciplinar para policiais militares e bombeiros. O projeto, de origem na Câmara dos Deputados, foi assinado pelos deputados Subtenente Gonzaga (PDT-MG) e Jorginho Mello (PL-SC)

Bolsonaro já cogitou renúncia, relata Alto Comando do Exército
Bolsonaro já cogitou renúncia, relata Alto Comando do Exército (Foto: Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Bolsonaro sancionou projeto de lei que extingue a prisão disciplinar para policiais militares e bombeiros, segundo informa reportagem do jornal O Globo. 

A nova legislação, que foi publicada no Diário Oficial da União nessa sexta, e aprovada pelo Senado no início do mês, altera regras estabelecidas em um decreto-lei da época da ditadura militar. 

O projeto, de origem na Câmara dos Deputados, foi assinado pelos deputados Subtenente Gonzaga (PDT-MG) e Jorginho Mello (PL-SC). Na justificativa da sanção, Bolsonaro cita a avaliação dos autores da proposta: a de que punições devem ser rígidas e rigorosas, mas "respeitando o direito a dignidade da pessoa humana", acrescenta a reportagem .

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247