Bolsonaro: um presidente no jardim zoológico

O jornalista Bernardo Mello Franco faz uma metáfora do governo Bolsonaro, aproveitando a deixa do presidente eleito sobre índios e zoológico. Ele diz: "é exótica a fauna que habitará o Planalto a partir de 2019. O governo de Jair Bolsonaro vai reunir pavões, gorilas e outros bichos. Mello Franco contextualiza: "Bolsonaro não chega a repetir Manuel da Nóbrega. No século XVI, o padre dizia que 'índios são cães em se comerem e matarem e são porcos nos vícios e na maneira de se tratarem'.". Mas deixa claro que o comentário tem muito a ver com o próprio governo de transição

Bolsonaro: um presidente no jardim zoológico
Bolsonaro: um presidente no jardim zoológico

247 - O jornalista Bernardo Mello Franco faz uma metáfora do governo Bolsonaro, aproveitando a deixa do presidente eleito sobre índios e zoológico. Ele diz: "é exótica a fauna que habitará o Planalto a partir de 2019. O governo de Jair Bolsonaro vai reunir pavões, gorilas e outros bichos. Mello Franco contextualiza: "Bolsonaro não chega a repetir Manuel da Nóbrega. No século XVI, o padre dizia que 'índios são cães em se comerem e matarem e são porcos nos vícios e na maneira de se tratarem'.". Mas deixa claro que o comentário tem muito a ver com o próprio governo de transição. 

Em artigo publicado no jornal O Globo, Mello Franco destaca que "as palavras são outras, mas a visão parece a mesma. Para o presidente eleito, o índio é comparável a um animal. Se quiser ser 'um ser humano igual a nós', tem que abandonar seu território e migrar para a periferia das cidades. O discurso soa como música para ruralistas, grileiros e mineradores, todos ansiosos para explorar as terras protegidas."

O jornalista diz: "Bolsonaro não esconde o que pretende. 'No que depender de mim, não tem mais demarcação de terra indígena', disse, no mês passado. A ameaça tem alvo certo. Segundo a Funai, o país tem 130 territórios em processo de demarcação. Outros 115 estão em estudo."

E co-enuncia a fala da deputada eleita  - a primeira indígena mulher a ser eleita deputada federal - Joenia Wapichana: "a demarcação das terras e a proteção dos povos indígenas estão amparadas na Constituição. São deveres do Estado, não dependem da vontade de nenhum governo".

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247