Boulos cria Instituto para pensar o Brasil e o Futuro da Esquerda

O ex-candidato à presidência da República pelo Psol e coordenador nacional do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) Guilherme Boulos, anunciou a criação de um Instituto para discutir caminhos para o país; o Instituto Democratize iniciará suas atividades com um seminário logo após a greve geral do dia 14 de junho, com a participação de  Luís Gonzaga Belluzzo, Eduardo Fagnani, Esther Dweck, entre outros

Boulos cria Instituto para pensar o Brasil e o Futuro da Esquerda

247 - O ex-candidato à presidência da República pelo Psol e coordenador nacional do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) Guilherme Boulos, anunciou a criação de um Instituto para discutir caminhos para o país. O Instituto Democratize iniciará suas atividades com um seminário logo após a greve geral do dia 14 de junho, com a participação de  Luís Gonzaga Belluzzo, Eduardo Fagnani, Esther Dweck, entre outros.

Confira o comunicado sobre o evento: 

Seminário sobre a Reforma da Previdência abre ciclo de atividades do Instituto Democratize e acontece nos dias 18 e 19 de junho, em São Paulo

Espírito crítico e busca de saídas corajosas para a crise atual, pensando um projeto de esquerda para o futuro. Carregando essas bandeiras nasce o Instituto Democratize, idealizado pelo candidato à presidência da República pelo PSOL em 2018 e liderança do movimento social, Guilherme Boulos. Em seu manifesto de criação, o Democratize diz a que veio: agregar à resistência político-social uma reflexão sólida sobre o Brasil e alternativas pautadas pelos princípios de solidariedade e justiça social.

“Sem um rumo claro, a esquerda não voltará a ser alternativa real de poder. É preciso olhar criticamente as amarguras do presente, com humildade para reconhecer os erros do passado e com visão para pensar um sólido e ousado projeto de futuro”, analisa Guilherme Boulos.

Entre as atividades programadas estão seminários temáticos semestrais e encontros críticos regulares, que subsidiarão a produção de publicações periódicas e propostas efetivas para elaboração de políticas públicas. Também estão previstas palestras, cursos livres e aulas por EAD sobre temas de conjuntura e longo prazo, como o futuro da democracia no capitalismo financeiro, a reforma do Estado e direito à cidade.

A Reforma da Previdência abre o ciclo de encontros temáticos. O seminário “A Previdência precisa de reformas?” vai discutir o impacto de propostas que impõem o desmonte de parte considerável da rede de proteção social criada pela Constituição de 1988. O seminário vai reunir especialistas e acadêmicos nos dias 18 e 19 de junho, em São Paulo. O encontro é gratuito e aberto a todos os interessados, com inscrição prévia na internet pela página do Instituto Democratize.

Serviço
O que: Seminário “A Previdência precisa de reformas?”
Quando: 18 e 19 de junho
Onde: Rua Peixoto Gomide, 282, São Paulo.
Como participar: Inscrição no link: https://bit.ly/2KFn99Q
Vagas limitadas.

Confira a programação completa:

DIA 18/6
9h00 – Abertura dos trabalhos: Guilherme Boulos e Marco Antonio Rocha
9h30 – Desenvolvimento Econômico e Previdência.
Palestrantes: Luís Gonzaga Belluzzo, Eduardo Fagnani e Esther Dweck
14h00 – A Previdência precisa de Reformas?
Palestrantes: Denise Gentil, Carlos Gabas e Pedro Paulo Zahluth Bastos
16h00 – A Capitalização chilena
Palestrantes: Mário Villanueva

DIA 19/6
9h30– Como a Reforma afeta as mulheres?
Palestrantes: Marilane Teixeira e Camila de Caso
14h00 – Impactos Fiscais e Sociais da Reforma Proposta
Palestrantes: Paulo Kliass e Guilherme Melo
16h00– Aspectos jurídicos da Reforma
Palestrantes: Walfrido Warde.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

247 faz apelo por debate responsável na internet

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247