Boulos: em nenhum país, ministro chefia investigações de ataques que teria sofrido

Para o líder do MTST e ex-presidenciável Guilheme Boulos, o ministro da Justiça, Sérgio Moro, não poderia comandar investigações contra ataques que ele mesmo tenha sofrido

(Foto: Foto: Divulgação)

247 - O líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos (PSOL) criticou a condução das investigações de um suposto hacker que teria invadido o telefone celular do ministro da Justiça, Sérgio Moro. 

"Em nenhum  pais do mundo um ministro da Justiça pode chefiar investigações de ataques que ele mesmo diz ter sofrido", criticou o ex-presidenciável.

"Por que Moro não avança na investigação dos mandantes do assassinato de Marielle, dos desvios de Queiroz à família Bolsonaro e do laranjal do PSL?", questionou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247