Boulos: História lembrará de Barroso, que aumentou salários de juízes e negou a ONU

"Barroso acaba de dizer que todas as instituições estão funcionando normalmente no país. Os livros de história lembrarão do ministro que no mesmo mês aumentou o salário dos juízes e negou a legitimidade de uma liminar de um comitê da ONU", disse o candidato a presidente do PSOL, Guilherme Boulos

Boulos: História lembrará de Barroso, que aumentou salários de juízes e negou a ONU
Boulos: História lembrará de Barroso, que aumentou salários de juízes e negou a ONU

247 - O candidato a presidente do PSOL, Guilherme Boulos, criticou o voto do ministro do TSE, Luis Roberto Barroso, que negou o registro de candidatura a presidente de Luiz Inácio Lula da Silva, nesta sexta-feira, 31. 

"Barroso acaba de dizer que todas as instituições estão funcionando normalmente no país. Os livros de história lembrarão do ministro que no mesmo mês aumentou o salário dos juízes e negou a legitimidade de uma liminar de um comitê da ONU", disse Boulos. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247