Boulos: Judiciário persegue e trata Lula com “presunção de culpa”

"Todos os brasileiros e brasileiras defendem a investigação da corrupção. Agora, investigação não é a mesma coisa que linchamento, que cerceamento do direito de defesa, que ferir garantias constitucionais. O que está sendo feito contra o presidente Lula é um verdadeiro linchamento", declara o líder do MTST e da Frente Povo Sem Medo, Guilherme Boulos; para ele, o ex-presidente é vítima de uma perseguição política com envolvimento da grande mídia e do Judiciário; "É uma perseguição política com seletividade e com presunção de culpa, já feita previamente pela mídia, pelos procuradores e pelo juiz que está conduzindo o processo. Isso não dá para admitir nem contra Lula nem contra ninguém no Brasil", ressalta

"Todos os brasileiros e brasileiras defendem a investigação da corrupção. Agora, investigação não é a mesma coisa que linchamento, que cerceamento do direito de defesa, que ferir garantias constitucionais. O que está sendo feito contra o presidente Lula é um verdadeiro linchamento", declara o líder do MTST e da Frente Povo Sem Medo, Guilherme Boulos; para ele, o ex-presidente é vítima de uma perseguição política com envolvimento da grande mídia e do Judiciário; "É uma perseguição política com seletividade e com presunção de culpa, já feita previamente pela mídia, pelos procuradores e pelo juiz que está conduzindo o processo. Isso não dá para admitir nem contra Lula nem contra ninguém no Brasil", ressalta
"Todos os brasileiros e brasileiras defendem a investigação da corrupção. Agora, investigação não é a mesma coisa que linchamento, que cerceamento do direito de defesa, que ferir garantias constitucionais. O que está sendo feito contra o presidente Lula é um verdadeiro linchamento", declara o líder do MTST e da Frente Povo Sem Medo, Guilherme Boulos; para ele, o ex-presidente é vítima de uma perseguição política com envolvimento da grande mídia e do Judiciário; "É uma perseguição política com seletividade e com presunção de culpa, já feita previamente pela mídia, pelos procuradores e pelo juiz que está conduzindo o processo. Isso não dá para admitir nem contra Lula nem contra ninguém no Brasil", ressalta (Foto: Gisele Federicce)

247 – O líder do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) e da Frente Povo Sem Medo, Guilherme Boulos, denuncia o que chama de perseguição política com envolvimento da grande mídia e do Judiciário contra o ex-presidente Lula.

"Todos os brasileiros e brasileiras defendem a investigação da corrupção. Agora, investigação não é a mesma coisa que linchamento, que cerceamento do direito de defesa, que ferir garantias constitucionais. O que está sendo feito contra o presidente Lula é um verdadeiro linchamento", declara Boulos, em entrevista a Bruno Hoffmann, para a Agência PT de Notícias.

"É uma perseguição política com seletividade e com presunção de culpa, já feita previamente pela mídia, pelos procuradores e pelo juiz que está conduzindo o processo. Isso não dá para admitir nem contra Lula nem contra ninguém no Brasil", ressalta ele.
Assista abaixo:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247