Boulos: vamos cortar privilégios. Chega de esculhambação

"Eu quero deixar um recado. Você, banqueiro. Você, empresário milionário. Você, juiz que recebe auxílio-moradia tendo casa. Não vote em mim, porque eu vou cortar seu privilégio!", disse o presidenciável do Psol; "Chega de esculhambação!"; assista ao vídeo

Boulos: vamos cortar privilégios. Chega de esculhambação
Boulos: vamos cortar privilégios. Chega de esculhambação (Foto: Lula Marques - Ag. PT)

247 - O candidato do Psol à presidência da República, Guilherme Boulos, voltou a ressaltar que vai cortar privilégios caso seja eleito.

"Eu quero deixar um recado. Você, banqueiro. Você, empresário milionário. Você, juiz que recebe auxílio-moradia tendo casa. Não vote em mim, porque eu vou cortar seu privilégio!", disse o presidenciável, que participou nesta quinta-feira (23) de comício em Aracaju.

"Vamos vetar esse tipo de aumento abusivo! Enquanto o povo volta a passar fome, os juízes sobem seus salários para 40 mil reais? Comigo não. Chega de esculhambação!", continuou. "O que o andar de cima do Brasil mais tem medo é de um povo consciente. Que saiba onde quer chegar, que tenha projeto e que tenha propostas. Nós vamos dizer com todas as letras qual é nosso lado e qual é o nosso projeto", acrescentou.

O postulante também criticou a atual gestão. "Ninguém votou no projeto do Michel Temer. Esse projeto destruiu os direitos do povo e a economia do país. Nossa primeira medida vai ser revogar todo o estrago feito por esse governo", disse.

Boulos prometeu, ainda, que "criar 1 milhão de vagas em universidades públicas". "Dinheiro público tem que ir pra universidade pública!".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247