Brasil tem 7 casos de coronavírus entre indígenas, com uma morte e um adolescente em estado grave

Brasil já registra sete casos confirmados do novo coronavírus entre os povos indígenas, entre eles uma idosa que morreu no Pará, e um adolescente yanomami que está internado em estado grave em Roraima

(Foto: Instituto Socioambiental)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - O Brasil já registrou sete casos confirmados do novo coronavírus entre indígenas, entre eles uma idosa que morreu no Pará, e um adolescente yanomami internado em estado grave em Roraima.

Segundo o jornal o Globo, quatro casos são de familiares da etnia Kokama, no Amazonas, na cidade de Santo Antônio do Icá, onde foi registrado o primeiro caso de indígena infectado pelo vírus no Brasil. 

Além disso, há o caso da idosa, de 87 anos, do povo Borari, que morreu no dia 19 de março em Alter do Chão, no município de Santarém, mas que a Secretaria de Saúde do Pará só revelou se tratar de óbito causado pela COVID-19 em 1° de abril. 

Os outros dois casos são de um homem da etnia Bará, de 45 anos, no Amazonas, e de um adolescente Yanomami de 15 anos, que está em estado grave em Roraima. 

Adolescente com Síndrome Respiratória Aguda Grave

O garoto deu entrada no dia 3 de abril em um hospital com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Seu primeiro teste para a COVID-19 havia dado negativo, mas na segunda testagem deu positivo. 

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou inquérito civil para apurar as circunstâncias da morte da indígena no Pará. De acordo com o órgão, inicialmente seu caso não foi notificado como sendo do novo coronavírus. 

O funeral da idosa, considerada uma guardiã da cultura regional, foi acompanhado por centenas de pessoas. O MPF pede o rastreamento e acompanhamento de todas as pessoas que estiveram presentes na cerimônia.

Segundo boletim do Ministério da Saúde divulgado nesta terça-feira (8), foram confirmados 13.717 casos do novo coronavírus no país e 667 mortes. 

No Amazonas, são 636 casos e 23 mortes; no Pará, 138 casos e cinco óbitos; e em Roraima, 42 casos e uma vítima fatal.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email