Bretas determina quebra de sigilos bancários de Jucá e Lobão

Juiz federal Marcelo Bretas determinou a quebra dos sigilos bancários dos ex-senadores Edison Lobão (MDB-MA) e Romero Jucá (MDB-RR) e de outras 27 empresas e pessoas ligadas a eles no âmbito da Lava Jato, no Rio. Bloqueio engloba contas de poupança, depósitos, investimentos e demais transações financeiras no período compreendido entre 1 de janeiro de 2009 e 6 de agosto deste ano

(Foto: ABr | Senado)

247 - O juiz federal Marcelo Bretas determinou a quebra dos sigilos bancários dos ex-senadores Edison Lobão (MDB-MA) e Romero Jucá (MDB-RR) e de outras 27 empresas e pessoas ligadas a ele no âmbito da Lava Jato, no Rio. 

Bretas atendeu a um pedido feito pelo Ministério Público Federal  (MPF) e o bloqueio engloba contas de poupança, depósitos, investimentos e demais transações financeiras no período compreendido entre 1 de janeiro de 2009 e 6 de agosto deste ano. 

Tanto Jucá como Lobão são suspeitos de envolvimento em casos de suborno em obras de infraestrutura, como na construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, e nas obras da usina nuclear de Angra 3, no Rio. Como não foram reeleitos nas últimas eleições, eles perderam o direito ao foro privilegiado.

Por conta disso, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin determinou que o inquérito que apura os desvios na usina de Angra 3 fossem remetidos para a 7ª Vara Federal Criminal no Rio. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247