'Cabeças pretas' do PSDB convocam: 'Domingo eu vou pra rua'

O PSDB continua estimulando a participação da população nos atos contra o governo marcados para acontecer no domingo (16); em vídeo divulgado nas redes sociais, oito jovens deputados federais da bancada tucana, chamados de “cabeças pretas”, encenam um jogral, no qual declararam um texto sobre supostas mazelas do governo; parte da nova geração a pressão maior para que o PSDB assuma a linha de frente do ”fora Dilma”

O PSDB continua estimulando a participação da população nos atos contra o governo marcados para acontecer no domingo (16); em vídeo divulgado nas redes sociais, oito jovens deputados federais da bancada tucana, chamados de “cabeças pretas”, encenam um jogral, no qual declararam um texto sobre supostas mazelas do governo; parte da nova geração a pressão maior para que o PSDB assuma a linha de frente do ”fora Dilma”
O PSDB continua estimulando a participação da população nos atos contra o governo marcados para acontecer no domingo (16); em vídeo divulgado nas redes sociais, oito jovens deputados federais da bancada tucana, chamados de “cabeças pretas”, encenam um jogral, no qual declararam um texto sobre supostas mazelas do governo; parte da nova geração a pressão maior para que o PSDB assuma a linha de frente do ”fora Dilma” (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O PSDB continua estimulando a participação da população nos atos contra o governo marcados para acontecer no domingo (16). Em vídeo divulgado nas redes sociais, oito jovens deputados federais da bancada tucana chamados de “cabeças pretas”, encenam um jogral, no qual declararam um texto sobre supostas mazelas do governo.

Parte da nova geração a pressão maior para que o PSDB assuma a linha de frente do ”fora Dilma”, como fez o senador Aécio Neves na semana passada ao deixar que dois de seus porta-vozes defendessem a realização de novas eleições. Aécio, no entanto, não confirmou participação nos atos.

O vídeo abaixo:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email