'Cada vez que Bolsonaro fala, desidrata um pouco a reforma', diz o presidente da comissão da Previdência

Em entrevista à rádio Jovem Pan,  o presidente da comissão especial da reforma da Previdência, o deputado federal Marcelo Ramos (PR-AM), disse que "se ele [Bolonaro] não falar até o final da votação, vai ajudar um bocado"

'Cada vez que Bolsonaro fala, desidrata um pouco a reforma', diz o presidente da comissão da Previdência
'Cada vez que Bolsonaro fala, desidrata um pouco a reforma', diz o presidente da comissão da Previdência

247 - Escolhido para presidir a comissão especial da reforma da Previdência, o deputado federal Marcelo Ramos (PR-AM), afirmou em entrevista à rádio Jovem Pan, que se o presidente Jair Bolsonaro ficasse calado já ajudaria bastante a tramitação da proposta do governo.

"O presidente, cada vez que fala, desidrata um pouco a reforma. Se ele não falar até o final da votação, vai ajudar um bocado", declarou o parlamentar.

Logo após a instalação da comissão, Ramos afirmou: "A minha antipatia pelo governo é menor do que a minha responsabilidade com a reforma. Não vou deixar milhões de brasileiros em necessidade. Todos sabem que eu não tenho simpatia por esse governo. Basta ver meu posicionamento".

 

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247