Caixa abre 770 agências para atender beneficiários do auxílio emergencial neste sábado

Segundo a Caixa, todos os beneficiários que chegarem entre 8h e 12h serão atendidos. Por isso, não é necessário chegar antes da abertura das agências

(Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rede Brasil Atual -  A Caixa Econômica Federal vai abrir, neste sábado (12), das 8 às 12 horas, 770 agências para atender beneficiários do auxílio emergencial de R$ 600 e também do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Poderão fazer o saque em espécie do FGTS os trabalhadores nascidos entre janeiro e abril. No caso do auxílio emergencial, os beneficiários nascidos de janeiro a novembro poderão receber em dinheiro.

Segundo a Caixa, todos os beneficiários que chegarem dentro desse horário serão atendidos. Por isso, não é necessário chegar antes da abertura das agências. Clique aqui para ver a relação de agências que estarão abertas. Serão atendidos 7,6 milhões de beneficiários do auxílio emergencial no autoatendimento, nas lotéricas e no Caixa Aqui.

Na sexta-feira (11), o banco estatal liberou nova parcela do auxílio para nascidos em maio não cadastrados no Bolsa Família, como parte do calendário do Ciclo 2. A Caixa continuará liberando pagamentos em espécie do Ciclo 1, que vai até 17 de setembro.

O pagamento da sexta-feira era referente a qualquer das cinco primeiras parcelas, a depender da data em que o cadastro do beneficiário foi aprovado pelo Ministério da Cidadania, responsável pela operacionalização do benefício.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, em entrevistas coletivas concedidas nas últimas semanas, explicou que o banco não é responsável por aprovação de cadastro, e sim o ministério.

A Caixa orienta os beneficiários a fazer o saque seguindo os seguintes passos:

1) Faça o login no App Caixa Tem.

2) Selecione a opção “saque sem cartão” para gerar “código de saque”.

3) Insira a senha para visualizar o código de saque, que tem validade de uma hora. Esse código pode ser usado nos caixas eletrônicos da própria Caixa, nas unidades lotéricas ou no Caixa Aqui.

Bolsonaro brutal

Mais uma vez ignorando a crise e demonstrando frieza incomum diante da tragédia sanitária no país, o presidente Jair Bolsonaro disse na quinta-feira (10) que não haverá prorrogação do auxílio emergencial após o fim do ano. “Se não trabalhar, não come”, afirmou. “A gente lamenta, eram três meses, nós prorrogamos para mais dois, cinco meses. Agora acabou. Criamos um outro auxílio emergencial, não mais de R$ 600, mas de R$ 300. Não é porque quero pagar menos não. É porque o Brasil não tem como se endividar mais”, alegou.

Como previsto por analistas durante a pandemia de coronavírus, o presidente jogou a conta da crise na conta de governadores e prefeitos que promoveram medidas para conter a propagação do vírus. “E a gente, eu não quero culpar ninguém não, mas vão pedir auxílio para quem tirou seu emprego, para quem falou ‘fique em casa’. O Brasil todo parou. ‘Fique em casa, a economia a gente vê depois’. Chegou o boleto para pagar a conta aí”, disse o presidente da República.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email