Carlos Bolsonaro ofende mais uma vez: 'cagaço' da mídia

Depois de Olavo de Carvalho, guru de Jair Bolsonaro, afirmar que "os jornalistas são os maiores inimigos do povo, seja nos EUA ou no Brasil", foi a vez do vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente eleito, fazer novo ataque à imprensa, que, segundo ele, estaria com "cagaço" do futuro governo; "Esse bate bola entre alguns membros da imprensa como 'jornal X disse, jornal y disse' não cola mais. Todos jogando juntinhos porque o cagaço bate à porta... mas continuam achando que o brasileiro é idiota!", postou Carlos Bolsonaro em sua conta no Twitter na manhã desta terça-feira

Carlos Bolsonaro ofende mais uma vez: 'cagaço' da mídia
Carlos Bolsonaro ofende mais uma vez: 'cagaço' da mídia (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Depois de Olavo de Carvalho, guru de Jair Bolsonaro, afirmar que "os jornalistas são os maiores inimigos do povo, seja nos EUA ou no Brasil", foi a vez do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente eleito, fazer um novo ataque à imprensa, que, segundo ele, estaria com "cagaço" do futuro governo. "Esse bate bola entre alguns membros da imprensa como 'jornal X disse, jornal y disse' não cola mais. Todos jogando juntinhos porque o cagaço bate à porta... mas continuam achando que o brasileiro é idiota!", postou Carlos Bolsonaro em sua conta no Twitter na manhã desta terça-feira (18).

Os ataques à mídia do clã Bolsonaro e de líderes do bolsonarismo tem se intensificado. Nos últimos dias, o publicitário Floriano Amorim, futuro chefe da Secretaria de Comunicação, também usou o Twitter para atacar por diversas vezes os veículos de comunicação. Em uma das postagens, onde endossava um post do vereador Carlos Bolsonaro, ele escreveu que "essa escória com alcunha de jornalista é um peso morto pro país".

Ao longo da campanha presidencial, Bolsonaro desferiu uma série de ataques contra a imprensa e, ao ser eleito, prometeu cortar as verbas de comunicação com os veículos não alinhados ao seu governo. Na primeira entrevista coletiva de Bolsonaro como como presidente eleito, em 1 de novembro, foram barrados jornalistas da Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e O Globo, a TV Brasil e agências internacionais de notícias (aqui). 

Confira o Twitter de Carlos Bolsonaro sobre o assunto. 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email