Carlos Gabas: muitos idosos cometem suicídio com previdência privada

Convidado especial do programa Giro das 11, o ex-ministro da Previdência nos governos Lula e Dilma e candidato a deputado federal (PT-SP, Carlos Gabas (PT), expôs os malefícios da reforma da Previdência elaborada por Michel Temer; "A previdência chilena é privada e lá muitos idosos cometem suicídio. O Temer quer aprovar o mesmo modelo no Brasil, isso é uma crueldade", denuncia; assista

Carlos Gabas: muitos idosos cometem suicídio com previdência privada
Carlos Gabas: muitos idosos cometem suicídio com previdência privada

TV 247 - Carlos Gabas (PT), ex-ministro da previdência dos governos Lula e Dilma e candidato a deputado federal pelo Estado de São Paulo, expôs, no programa Giro das 11, na TV 247, os malefícios de transformar a previdência social num modelo privado, tendo como objetivo acalentar mais ainda os banqueiros. "A previdência chilena é privada e lá muitos idosos cometem suicídio. O Temer quer aprovar o mesmo modelo no Brasil, isso é uma crueldade", diz.

A reforma da Previdência altera o tempo de contribuição, a idade mínima para exigir o benefício, o cálculo do valor da aposentadoria, entre outros pontos das regras atuais para se aposentar. A previsão é que o novo texto seja votado na Câmara dos Deputados até o dia 15 de dezembro, indo para o Senado em fevereiro de 2018.

Gabas explica que todos os brasileiros serão afetados, caso a reforma seja aprovada. "Será um verdadeiro desmonte, o processo de privatização da previdência é algo bárbaro, desprotegendo pessoas que historicamente contribuíram para a riqueza do País".

"Imaginem um trabalhador que se aposenta e é jogado na capitalização, é cruel, no Chile, onde o sistema de previdência é privado, muitos idosos estão cometendo suicídio", condena Gabas. 

Gabas reitera que o Estado brasileiro deve ser usado em benefício do cidadão. "O países mais evoluídos adotaram o mesmo modelo de previdência solidária que o nosso, não o de capitalização", explica. 

Ele segue condenando as políticas privatistas do golpe, dizendo que Fernando Haddad precisa ser eleito para conter o retorno da miséria no País. "As pessoas estão morando nas ruas, isso não poder ser considerado normal, com Lula isso não existia", enfatiza. 

Inscreva-se na TV 247 e confira a entrevista:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247