Carlos Gabas rebate “afirmações falsas” da Veja

‘São falsas as afirmações veiculadas na imprensa, especialmente na edição da revista Veja deste domingo 26/06, de que foram encontrados vários itens de valor na busca realizada em minha residência no dia 23/06, especialmente um “relógio Rolex” que valeria mais de 100 mil reais (é uma réplica). Também é falsa a afirmação que a minha moto e a da minha esposa foram levadas da minha residência, e tampouco fui conduzido coercitivamente para prestar depoimento’, disse o ex-ministro da Previdência do governo Dilma Rousseff, em nota 

‘São falsas as afirmações veiculadas na imprensa, especialmente na edição da revista Veja deste domingo 26/06, de que foram encontrados vários itens de valor na busca realizada em minha residência no dia 23/06, especialmente um “relógio Rolex” que valeria mais de 100 mil reais (é uma réplica). Também é falsa a afirmação que a minha moto e a da minha esposa foram levadas da minha residência, e tampouco fui conduzido coercitivamente para prestar depoimento’, disse o ex-ministro da Previdência do governo Dilma Rousseff, em nota 
‘São falsas as afirmações veiculadas na imprensa, especialmente na edição da revista Veja deste domingo 26/06, de que foram encontrados vários itens de valor na busca realizada em minha residência no dia 23/06, especialmente um “relógio Rolex” que valeria mais de 100 mil reais (é uma réplica). Também é falsa a afirmação que a minha moto e a da minha esposa foram levadas da minha residência, e tampouco fui conduzido coercitivamente para prestar depoimento’, disse o ex-ministro da Previdência do governo Dilma Rousseff, em nota  (Foto: Roberta Namour)

247 – Em nota, o ex-ministro da Previdência do governo Dilma Rousseff Carlos Gabas rebateu “afirmações falsas” divulgadas pela revista Veja sobre a operação de busca e apreensão da PF, ocorrida em sua casa no dia 23 de junho. Leia baixo:

Nota de Carlos Gabas

São falsas as afirmações veiculadas na imprensa, especialmente na edição da revista Veja deste domingo 26/06, de que foram encontrados vários itens de valor na busca realizada em minha residência no dia 23/06, especialmente um “relógio Rolex” que valeria mais de 100 mil reais (é uma réplica). Também é falsa a afirmação que a minha moto e a da minha esposa foram levadas da minha residência, e tampouco fui conduzido coercitivamente para prestar depoimento. Já tomei todas as providências legais para que os esclarecimentos sejam prestados aos responsáveis pela operação, em data, local e horário a ser definido juntamente com a minha advogada.

Todos os meus bens estão devidamente declarados no Imposto de Renda e são compatíveis com o meu rendimento familiar, ao longo de mais de 30 anos de serviços prestados à Previdência Social. Por isso, estou certo que todas as suposições do delator, que deram origem a esse processo, serão devidamente esclarecidas.

Todos os atos de corrupção e todos os malfeitos devem ser investigados e os responsáveis devidamente punidos. Não podemos, no entanto, aceitar que, durante o processo de investigação, os fatos sejam divulgados de forma maldosa e difamatória, como vem ocorrendo.

Agradeço imensamente o apoio, o carinho e a solidariedade que tenho recebido de amigos e até de pessoas com quem não tenho relações próximas. Essa solidariedade ajuda muito a superar toda essa injustiça, que ao final será esclarecida. Ficamos feridos com o ocorrido, mas não mortos. Seguimos a caminhada com a cabeça erguida, de pé e com fé!!!

Gabas

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247