Cármen Lúcia: “Caixa dois é um ilícito”

Presidente do Supremo Tribunal Federal enfatizou que caixa dois é crime durante um debate em Washington, nos Estados Unidos; "Caixa dois é um ilícito. Já falei isso em voto", declarou; a ministra também defendeu que é preciso que se apure a origem de vazamentos sobre delações premiadas para evitar que as contribuições sejam anuladas, beneficiando partes envolvidas no depoimento

Cármen Lúcia
Cármen Lúcia (Foto: Gisele Federicce)

247 - A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, afirmou nesta segunda-feira 10 que caixa dois é crime durante um debate em Washington, nos Estados Unidos.

"Caixa dois é um ilícito. Já falei isso em voto", declarou. Ela também disse desconhecer a estratégia de políticos para se anistiar a prática. "Sobre anistia a caixa dois eu não sei do que se trata isso. Eu vejo na imprensa", comentou.

A ministra também defendeu que é preciso que se apure a origem de vazamentos sobre delações premiadas para evitar que as contribuições sejam anuladas, beneficiando partes envolvidas no depoimento.

"É preciso realmente que se apure, para que depois não se diga que foi nos órgãos do Estado, porque às vezes são pessoas de fora. E é claro que há acesso [às delações], pode ter pessoas que falem, pessoas da família falam", sugeriu.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247