Carros com ‘ajuda humanitária’ retornam a Pacaraima

Após fracassarem as tentativas de caminhões cruzarem a fronteira com a Venezuela, o governo brasileiro divulgou nota oficial informando que os caminhões com a chamada ajuda humanitária destinada à Venezuela retornaram para a região de Pacaraima (RR), no lado brasileiro da fronteira, sem que os suprimentos, que incluem alimentos não perecíveis e medicamentos, fossem entregues

Carros com ‘ajuda humanitária’ retornam a Pacaraima
Carros com ‘ajuda humanitária’ retornam a Pacaraima

247, com Agência Brasil - O Presidência da República divulgou nota oficial na noite deste domingo (24) informando que os caminhões com ajuda humanitária destinada à Venezuela retornaram para a região de Pacaraima (RR), no lado brasileiro da fronteira, sem que os suprimentos, que incluem alimentos não perecíveis e medicamentos, fossem entregues.

"Em função da impossibilidade de prosseguir em território venezuelano, como planejado, as viaturas retraíram para a região de Pacaraima (RR), estando neste momento em segurança e estacionadas no Pelotão Especial de Fronteira ali desdobrado", informou a Secretaria Especial da Comunicação Social da Presidências da República (Secom/PR).

Ainda segundo a nota, "novos deslocamentos serão planejados à medida que os meios de transportes estejam disponíveis e a situação diplomática e de segurança esclarecidas". 

O governo federal diz que a situação é de normalidade na faixa de fronteira. A nota ressalta que o Ministério da Defesa ampliou as capacidades da Operação Acolhida, em atividade há mais de um ano, mediante aumento do efetivo da equipe de saúde e ampliação do sistema de evacuação médica.

Em discurso para apoiadores em Caracas, neste sábado (23), o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, voltou a rejeitar intervenção em seu país e afirmou que o seu governo está disposto "a comprar todo o arroz, todo o açúcar, todo leite em pó" que o Brasil quiser vender.

"Não somos maus pagadores, nem mendigos, somos gente honrada e que trabalha. Querem o que? Trazer caminhões com leite em pó? Eu compro agora", disse.

Confira a íntegra da nota:

Nota à Imprensa

Operação de Ajuda Humanitária à Venezuela

A respeito da operação de ajuda humanitária desencadeada pelo Governo Brasileiro em apoio ao povo da Venezuela, a Presidência da República informa:

⁃ A situação no país vizinho está sendo acompanhada com atenção e mobilizando todos os meios do Governo Federal.

⁃ Em função da impossibilidade de prosseguir em território venezuelano, como planejado, as viaturas retraíram para a região de Pacaraima-RR, estando neste momento em segurança e estacionadas no Pelotão Especial de Fronteira ali desdobrado.

⁃ Novos deslocamentos serão planejados à medida que os meios de transportes estejam disponíveis e a situação diplomática e de segurança esclarecidas.

⁃ Ressalta-se o sucesso da mobilização logística, com o envolvimento de diversos órgãos do Governo Federal e do Governo de Roraima.

⁃ O Ministério da Defesa ampliou as capacidades da Operação Acolhida, em atividade há mais de um ano, mediante aumento do efetivo da equipe de saúde e ampliação do sistema de evacuação médica.

⁃ O Vice-Presidente da República Hamilton Mourão e o Ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo viajaram para a Colômbia com o objetivo de participar da reunião do Grupo de Lima que acontecerá amanhã naquela cidade.

⁃ Neste momento, a situação é de normalidade na faixa de fronteira.

⁃ O governo brasileiro mantém seu firme propósito de colaborar para atenuar as condições de vulnerabilidade às quais estão submetidos nossos irmãos venezuelanos.

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República – Secom/PR

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247