Casa Civil dá aval para filha do ministro Braga Netto ocupar cargo comissionado na ANS

A pasta, comandada pelo pai de Isabela, general Walter Braga Netto, autorizou a nomeação da filha do ministro. Formada em comunicação social, Isabela deve ocupar o cargo de um servidor de carreira da agência

Sem experiência política, o general Walter Braga Netto assume um plano de uma economia ainda sem rumo conduzida pelo atual governo
Sem experiência política, o general Walter Braga Netto assume um plano de uma economia ainda sem rumo conduzida pelo atual governo (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Casa Civil deu aval para a Agência Nacional de Saúde (ANS) contratar a filha do ministro Braga Netto, Isabela Oassé de Moraes Ancora Braga Netto, para uma vaga de gerente da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Formada em comunicação social e com salário de R$ 13.074 por mês, Isabela foi indicada para o cargo ocupado por Gustavo de Barros Macieira, servidor de carreira da agência e especialista em direito do Estado e da regulação pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

Sediada no Rio de Janeiro, a agência regula o mercado de planos de saúde e, se nomeada, Isabela vai comandar a Gerência de Análise Setorial e Contratualização com Prestadores. O posto trata da relação entre ANS, planos de saúde e prestadores de serviços, como hospitais.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247